Passei por um PERRENGUE quando decidi viver de arte!

Passei-por-um-perregue-quando-decidi-viver-de-arte

Passei por um PERRENGUE quando decidi viver de arte!

Olá amigos, eu vou contar um pouco da minha história com o desenho, então se prepare que aqui vai à bomba. Sim, não foi nada fácil e ainda não continua sendo fácil viver de arte. Vou tentar resumir um pouco da minha história, para que vocês possam entender um pouco sobre a minha trajetória no desenho.

 Bom, tudo começou quando eu tinha 16 anos de idade, quando eu decidi fazer desenhos realistas. Eu já me dedicava a desenhos há muito mais tempo, mas nada muito comparado aos desenhos realistas de muitos profissionais no mercado. Meus desenhos eram bem simples, e na boa, eu jamais conseguiria vender aqueles desenhos. Bom, foi ai que tive a ideia de então começar a me dedicar ao realismo, que por ventura na internet encontrei o realismo acadêmico e então comecei a praticar.

 Quando eu comecei a então depois de um ano me dedicando ao desenho realista, foi ai que eu comecei a cobrar pelos meus desenhos, porém naquela época eu cobrava em torno de  R$ 20,00 reais para fazer um desenho e na real, não era tão bom assim. Com o tempo eu fui ficando cada vez melhor no desenho realista e é claro que com isso eu comecei a também a aumentar os valores dos meus desenhos, e cada vez que eu aumentava os valores, eu sentia dificuldades de conseguir novas encomendas. No início do ano 2010, eu comecei a vender os meus trabalhos por no mínimo, R$ 250,00 reais, e foi nessa época que tive a minha crise, que não foi ter tantos trabalhos. Às vezes apareciam trabalhos do nada, porém, era aquele trabalho que cobria só os gastos do mês.

Nessa época eu abri falência rsrsrsrs, e tomei a decisão de trabalhar para uma empresa, já que não conseguia viver muitos bem dos meus desenhos, sem contar que a minha mãe já estava me enchendo o saco, pois eu precisava de um registro, carteira assinada e tudo mais… Enfim, não era bem o que eu queria mais infelizmente que tinha que ter um emprego registrado, e até que eu fui trabalhar em uma intuição, e lá eu pude aprender muito e cresci muito como profissional até a minha formação  na área de Comunicação Visual. Depois 3 anos e 5 meses, eu decidi sair da empresa  e montar meu próprio negócio, e advinha qual era esse negócio? – Sim, era trabalhar com os meus desenhos!!! kkk 😉

 Trabalhar de fato com os meus desenhos seria muito proveitoso. Comecei investir pesado no meu site e em minha pagina e blogs, e com isso muito mais encomendas e mais trabalhos surgiram. Passei por muitas coisas para me tornar maduro, para então encarar com todas as forças uma atividade que me tragaria muita alegria. Poderia demorar muito tempo para eu poder conquistar o meu espaço, mas isso não fez com que eu perdesse a esperança de viver da minha arte. Se você é um desenhista que tem um sonho de viver de sua arte, o importante é você nunca desistir dos seus sonhos. Vai aluta! – Se precisar sangre os seus dedos todos os dias para que você possa se tornar um profissional no que você ama fazer. Quando você escolhe viver de arte, você escolhe também passar por dificuldades. Cada vez que você fazer um trabalho diferente para o seu portfólio, mais chances você terá de com o tempo ter muito mais trabalhos, porém, só é importante você ter pé no chão para nunca desistir dos seus sonhos e lutar até o fim.

Infelizmente eu não tive 100% do apoio da minha mãe e até mesmo da minha família, mas mesmo assim eu ainda continuei acreditando, afinal esse era o meu sonho, e será que valia apena desistir por causa de outras pessoas?  – Muito difícil de saber.

Ai você se pergunta, será que quero mesmo viver da minha arte?

Faça isso a si mesmo, se você tomar isso como uma decisão, vai até o fim, dedica-se e com o tempo você verá grandes resultados. Espero que você tenha gostando desse resumo da minha trajetória. Sem dúvida tem muito mais coisas para contar, mais por enquanto fico por aqui.

Até a próxima!

Share this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


%d blogueiros gostam disto: